domingo, 26 de julho de 2015

Lágrima

  A lágrima teima em cair... Deixa rolar... Somos fortes perante o furacão... Tentam nos destruir... Destroem a nossa paz...  mas, a nossa vida é edificada na rocha... E revivemos, renascemos das cinzas, como uma fênix...
   Mesmo se a solidão bater, aproveite o silêncio.  No silêncio nos reencontramos... No reedificamos...   Nos fortalecemos...
  Muitos vem nos enganar e tentam nos destruir! Mas, somos fortes! E resistimos! Boa semana! Ju

Emanuel Zamor

Emmanuel Hector Zamor  nasceu na Bahia em 19 de maio de 1840 e faleceu na França em 1917), apelidado de Le petit brésilien, foi um pintor e cenógrafo brasileiro, radicado na França. A temática de sua pintura eram paisagens e naturezas mortas, inspirados pelo movimento impressionista.  Era mulato, vindo de família humilde e adotado por um casal de franceses, estudando arte e vivendo por lá. Veio para a Bahia e sua pintura sofreu influência da luminosidade tropical, nesse período. Retornou a França e por lá ficou até a sua morte.
Emmanuel Zamor seria esquecido pela crítica de arte durante os anos seguintes e ficaria desconhecido na arte brasileira até o final do século XX. Em 1984, Rafael Kastoriano, um marchand apresentou as suas obras.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Mensagem de saudade

Igreja de São Francisco da Prainha reabriu sob as bênçãos de Dom Orani Tempesta

História

http://www.turistaaprendiz.org.br/upload/bensImoveis/21/igrejasf2.jpg Construída em 1696 pelo Padre Francisco da Motta e doada em testamento à Ordem Terceira de São Francisco da Penitência em 1704, a igreja é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como monumento artístico. A reconstrução tornou-se tradição desde que a primeira capela foi erguida no séc. XVII. Durante a invasão francesa, em 1710, as tropas de Jean-François Duclerc estavam encurraladas entre a capela e o trapiche (armazém próximo ao cais para depósito e guarda de mercadorias) de propriedade da Ordem Terceira de São Francisco da Penitência. Para provocar a rendição do inimigo, o então governador Castro Morais ordenou o incêndio dos dois prédios. Por alguns anos, tudo ficou em ruínas, até que a Ordem mandou reedificar o trapiche, à época, o mais importante da cidade.
 A Prefeitura do Rio devolveu à cidade, em 7 de julho último,  uma de suas igrejas mais antigas, a Igreja de São Francisco da Prainha, no Adro de São Francisco, na Saúde. Fechada desde 2004 pela Defesa Civil por problemas de conservação, reabre após dois anos de obras de restauro do Porto Maravilha Cultural, programa da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (Cdurp) de valorização do patrimônio material e imaterial da área. O arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, cardeal Orani João Tempesta, celebrou a Missa de reinauguração, às 18h30min, ao lado do prefeito Eduardo Paes.
   A Igreja de São Francisco da Prainha fica na Rua Sacadura Cabral, s/n, no bairro da Saúde.Em 4 de novembro de 1738, a nova capela foi construída no local da antiga para satisfazer o grande número de fiéis. A nova Igreja de São Francisco da Prainha ficou pronta em 1740. Em 2013, a Cdurp contratou para o restauro a empresa Biapó, responsável por obras de grande relevância no País, como a Casa da Moeda, Centro de Referência do Artesanato Brasileiro (RJ), o Mercado Municipal (GO). A empresa venceu a licitação para recuperar o prédio em investimento de R$ 3,9 milhões por meio do Porto Maravilha Cultural. Assim, quase 12 anos depois, quando o Rio de Janeiro completa 450 anos, a igreja pode reabrir as suas portas como presente para a cidade. 
Cardeal Dom Orani João Tempesta e prefeito Eduardo Paes participaram da missa de reinauguração/ J.P. Engelbrecht
Parabéns, Prefeitura do Rio! Parabéns, Arquidiocese do Rio de Janeiro!
 http://portomaravilha.com.br/materias/reinauguracao-igreja/reinauguracao-igreja.aspx

Mensagem de boa noite!


Mensagem de bom dia!


Sorria!


Frase de Érico Veríssimo


Érico Veríssimo - Frase

Quando os ventos da mudança sopram,
algumas pessoas levantam barreiras,
outras constroem moinhos de vento.
Érico Veríssimo 
 

Carequinha - Centenário

  Que saudades do palhaço carequinha! Que saudades dos tempos puros de criança! De circo, de parque de diversões, de pipoca, algodão-doce...  Tempos puros e inocentes, que muitas crianças de agora, não tiveram o prazer de viver! Não precisava de muito dinheiro e de tecnologia para ser feliz!
  Os meu brinquedos favoritos do parque de diversões, eram o carrossel e o trem fantasma! E o legal era ver o algodão-doce sendo feito na hora! Era tudo fantasioso, lúdico! Até os adultos gostavam!

Santo Onofre... De vez enquanto ser eremita...

  
   Esse ícone bizantino representa Santo Onofre. Li um pouco sobre a vida desse santo e parece que ele levou uma vida eremítica (ermitão). Vivia isolado, morando em cavernas. Ouvi dizer que muitos religiosos da época em que o cristianismo entrava na Europa, se isolavam devido a perseguição aos primeiros cristãos.
  Em paralelo com a nossa vida, de vez em quando precisamos estar a sós. Precisamos escutar a nossa ''voz interior'', longe do agito e do barulho. O nosso próprio corpo pede descanso e silêncio. A prova disso está no estresse, que é a falta de descanso, de silêncio, de paz. Nesses momentos de paz interior, encontramos Deus. Deus nos fala ao nosso coração no silêncio. Jesus ia ao deserto orar. Orava no silêncio. Eu mesma preciso muito desses momentos. De estar em contato com a natureza e de só ouvir o som das matas, dos rios, das ondas quebrando nas praias. Muitas vezes, estou longe de tudo isso, mas faço como Jesus ensinou... Entro dentro do meu quarto e oro. E também sinto a paz de Cristo no meu jardim. Pois a natureza é a obra de arte de Deus. É sempre bom ter um pedacinho dela perto de nós. Nos transmite paz, energia positiva, Deus.

sábado, 18 de julho de 2015

Orquideas e plantas

Jibóia branca e coqueirinho.
Uma planta africana que esqueci o nome, lírio do campo e renda portuguesa.
Duas orquídeas. A de baixo é Oncidium Chuva de Ouro e mini antúrio vermelho.
Oncidiun Chuva de Ouro e Denphal (orquídeas).
Catléias (orquídeas) e dendobrium.

Frase do Padre Pio


terça-feira, 14 de julho de 2015

Mensagem de Otimismo!


Homenagem a Ferreira Gullar


Ame-se!

   Amanhece... Cada dia,  um milagre que não se repete! Sorria para a vida! Esqueça as mágoas! Recomece! Coloque Deus sempre em tudo que fizer! Coloque Deus na frente! E o restante vos será dado por acréscimo! Não dê ouvidos aos falsos! Prefira a companhia dos bons, dos justos.. Mas, não negue uma palavra amiga para aquele que necessita! Dê um tempo para você mesmo! Ame-se! Faça boas leituras! Viaje para dentro de você mesmo e arranque as raízes de tudo que o faz mal. Tenha fé e esperança! Ju