domingo, 3 de maio de 2015

Mensagem do Papa Francisco - Eu Sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor.

“Jesus é a videira, e através d’Ele – como a seiva da árvore – passa aos ramos o próprio amor de Deus, o Espírito Santo. Nós somos os ramos e através desta parábola Jesus quer fazer-nos perceber a importância de permanecer unidos a Ele. Os ramos não são autossuficientes, mas dependem totalmente da videira, na qual se encontra a fonte da sua vida.”
“Assim é para nós cristãos. Iniciados com o Batismo em Cristo, recebemos d’Ele gratuitamente o dom da vida nova; e graças à Igreja podemos ficar em comunhão vital com Cristo. Ocorre manter-se fiéis ao Batismo e crescer na intimidade com o Senhor mediante a oração, a escuta e a docilidade à sua Palavra, a participação aos Sacramentos, especialmente, à Eucaristia e à Reconciliação.”
Se estamos intimamente unidos a Jesus – falou o Santo Padre – podemos viver os dons do Espírito Santo que, segundo S. Paulo, são “amor, alegria, paz, magnanimidade, benevolência, bondade, fidelidade, mansidão, domínio de si”. É a partir destas atitudes que se reconhece um cristão, tal como, dos frutos se reconhece a árvore – disse o Papa Francisco

Nenhum comentário:

Postar um comentário