sábado, 31 de janeiro de 2015

Mensagem de bom dia!

  Tenha um feliz amanhecer! Na graça de DEUS!

Dom Bosco - Frase

Padre Léo

Nesses dias, tenho pensado tanto no padre Léo! Não sei os motivos, mas me dá uma tristeza tão grande, quando penso nele! Não sei a razão. Talvez gostaria de o ter conhecido de perto e orado muito por ele. Pois quem sai ao combate, contra as forças malignas que contaminam esse mundo, pega muitas cargas negativas. Não é fácil! Veja o padre Marcelo Rossi, como se abateu! Os padres carismáticos combatem muito as forças infernais. E muitas vezes, o corpo físico sofre! Nessa época de atuação do padre Léo, na Canção Nova, eu estava com muitos problemas de trabalho e de saúde em família e pouco tempo eu tinha para orar e para assistir a Canção Nova e aos demais canais católicos! Fiquei triste por sua morte tão sofrida! Tão repentina! Vou rezar por ele!
Devemos orar muito pelos padres! Eles são os que estão na frente, são os soldados de Deus e as forças do mal, querem os destruir! Ore pelo pároco da sua Igreja! Ore pelo Papa Francisco!
Alô, Meu Deus Padre Zezinho Alô meu Deus, fazia tanto tempo que eu não mais te procurava. Alô meu Deus, senti saudades tuas e acabei voltando aqui. Andei por mil caminhos e, como as andorinhas, eu vim fazer meu ninho em tua casa e repousar. Embora eu me afastasse e andasse desligado, meu coração cansado, resolveu voltar. Eu não me acostumei, nas terras onde andei. Eu não me acostumei, nas terras onde andei.. Alô meu Deus, fazia tanto tempo que eu não mais te procurava. Alô meu Deus, senti saudades tuas e acabei voltando aqui. Gastei a minha herança, comprando só matéria, restou-me a esperança de outra vez te encontrar. Voltei arrependido, meu coração ferido e volto convencido que este é o meu lugar.

sábado, 24 de janeiro de 2015

Parabéns, Dom Mauro Morelli

  Gostava muito das missas de D. Mauro Morelli! Que saudades! Hoje, aconteceu uma missa em Aparecida, homenageando os 40 anos de bispado, de nosso bispo emérito da Diocese de Duque de Caxias e de são João de Meriti, D. Mauro Morelli! Sempre enfatizou em suas missas e palestras, uma visão crítica sobre a desigualdade social e a má distribuição de alimentos, sempre fazendo uma analogia com Evangelhos e enfatizando a necessidade de se praticar a Palavra.

Parabéns, Dom Mauro Morelli - Bispo emérito de Duque de Caxias


quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Discurso do Papa em sua visita ao Sri Lanka

Viagem do Papa Francisco ao Sri Lanka
DISCURSO
Cerimônia de boas vindas
Aeroporto de Colombo

Terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Boletim da Santa Sé
Senhor Presidente,
Ilustres Autoridades do Governo,
Eminência, Excelências,
Queridos amigos!
Obrigado pela vossa recepção calorosa. Há muito que eu esperava por esta visita ao Sri Lanka e os dias que passaremos juntos. O Sri Lanka é conhecido como a Pérola do Oceano Índico pelas suas belezas naturais. Mas, e muito mais importante, esta ilha é conhecida pelo calor do seu povo e a rica diversidade das suas tradições culturais e religiosas.
Senhor Presidente, apresento-lhe meus venturosos votos para as suas novas responsabilidades. Saúdo os ilustres membros do governo e as autoridades civis que nos honram com a sua presença. De modo especial agradeço a presença dos proeminentes líderes religiosos, que têm um papel tão importante na vida deste país. E, evidentemente, desejo manifestar o meu apreço aos fiéis, aos membros do coro, bem como às inúmeras pessoas que trabalharam para tornar possível esta visita. Agradeço a todos, do fundo do coração, pela vossa gentileza e hospitalidade.
  A minha visita ao Sri Lanka é primariamente pastoral. Como pastor universal da Igreja Católica, vim para encontrar e encorajar os católicos desta ilha, bem como para rezar com eles. Um ponto central desta visita será a canonização do Beato José Vaz, cujo exemplo de caridade cristã e de respeito por todos, sem distinção de etnia ou religião, continua a servir-nos de inspiração e lição ainda hoje. Mas a minha visita quer também expressar o amor e a solicitude da Igreja por todos os srilanqueses e confirmar o desejo da comunidade católica de participar activamente na vida desta sociedade.
   
É uma tragédia contínua no nosso mundo que muitas comunidades estejam em guerra entre si. A incapacidade de conciliar as diferenças e divergências, sejam elas antigas ou recentes, fez surgir tensões étnicas e religiosas, muitas vezes acompanhadas por surtos de violência. Durante muitos anos, o Sri Lanka conheceu os horrores do conflito civil e agora tem procurado consolidar a paz e curar as feridas daqueles anos. Não é tarefa fácil superar a amarga herança de injustiças, hostilidades e desconfiança deixada pelo conflito. Só se pode conseguir, superando o mal com o bem (cf. Rm 12, 21) e cultivando aquelas virtudes que promovem a reconciliação, a solidariedade e a paz. Além disso, o processo de cura exige que se inclua a busca da verdade, não com o objectivo de abrir velhas feridas, mas como meio necessário para promover a justiça, a cura e a unidade.
Queridos amigos, estou convencido de que os seguidores das várias tradições religiosas têm um papel essencial a desempenhar no delicado processo de reconciliação e reconstrução em curso neste país. Para que tal processo tenha lugar, é preciso que todos os membros da sociedade trabalhem juntos; todos devem ter voz; devem ser livres de expressar as suas preocupações, as suas necessidades, as suas aspirações e os seus temores. Mais importante, porém, é estarem prontos a aceitar-se uns aos outros, respeitar as legítimas diversidades e aprender a viver como uma única família. Quando as pessoas se ouvem humilde e francamente umas às outras, pouco a pouco vão aparecendo mais visivelmente os valores e aspirações comuns. A diversidade será vista, não já como uma ameaça, mas como uma fonte de enriquecimento. Divisa-se mais claramente a estrada para a justiça, a reconciliação e a harmonia social.
Neste sentido, a grande obra de reconstrução deve incluir a melhoria das infra-estruturas e prover às necessidades materiais, mas também, e mais importante ainda, promover a dignidade humana, o respeito pelos direitos humanos e a plena inclusão de todos os membros da sociedade. Formulo votos de que os líderes políticos, religiosos e culturais do Sri Lanka, medindo as suas palavras e acção sobre a base do bem e da cura que daí resultará, prestem uma contribuição duradoura para o progresso material e espiritual do povo do Sri Lanka.
Senhor Presidente, queridos amigos! Mais uma vez vos agradeço pela vossa recepção. Possam estes dias que passaremos juntos ser dias de amizade, diálogo e solidariedade. Invoco a abundância das bênçãos de Deus sobre o Sri Lanka, a Pérola do Oceano Índico, e rezo para que a sua beleza brilhe em todo o seu esplendor para bem da prosperidade e da paz de todos os seus habitantes.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Verão

  É verão... Tempo de radiosa luz! Que ilumina a tarde... Que desperta as manhãs precoces...  Que ilumina os corações... É verão... Um lindo e maravilhoso verão de 2015!

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Mensagem do Papa Francisco para 2015 - 450 anos do Rio de Janeiro

Passei o ano novo em Petrópolis

Eu, Ju Pestana, no Hotel Casablanca Koeller
Eu, Ju Pestana no hotel Casablanca Koeller
Eu, no Hotel Casablanca Koeller
Vista ao anoitecer com chuva, da catedral de São Pedro de Alcântara.
catedral de São Pedro de Alcântara.
O céu em Petrópolis da tarde de 31 de Dezembro de 2014.
Eu no hotel Casablanca Koeller.
Vitrais da catedral de São Pedro de Alcântara.