sábado, 7 de janeiro de 2012

Patrimônio Histórico na Baixada Fluminense - Praia de Mauá - Município de Magé - RJ

Igreja de Nossa Senhora dos Remédios

Igreja São Francisco de Croará
Detalhe em azulejaria da Igreja de Nossa Senhora da Guia de Pacobaíba
Capela de Nossa Senhora da Guia de Pacobaíba

Magé é uma das localidades mais antigas do estado do Rio de Janeiro, que se iniciou no Brasil colonial. Essa cidade possui relíquias históricas importantíssimas, como a primeira estrada de ferro do Brasil, fundada pelo Barão de Mauá, João Evangelista de Souza. E várias igrejas barrocas do tempo do Brasil colonial / imperial.Constituem-se em uma verdeira aula de História do Brasil e da formação do Estado do Rio de Janeiro.
Dentre os seus pontos turísticos, podemos citar o Poço Bento, com água benta pelo jesuíta José de Anchieta. Outro atrativo é a Estrada de Ferro de Guia de Pacobaíba, hoje desativada, mas que, outrora, fazia a ligação com a cidade de Petrópolis. A família imperial tomava uma barca na cidade do Rio de Janeiro em direção a Guia de Pacobaíba e, de lá, tomava o trem para Petrópolis, a "cidade imperial". Tal ferrovia é, por exemplo, citada por Machado de Assis em seu livro Memorial de Aires. Foi a primeira estrada de ferro do país. Hoje, essa estrada histórica encontra-se abandonada. Fonte Wikipedia
Igreja de Nossa Senhora da Piedade
POÇO BENTO
Magé, como a cidade mais antiga do Estado, tem em sua história o Poço Bento do Padre Anchieta. Os jesuítas fizeram construir uma ermida, próximo ao morro da Piedade, que se transformou no santuário de Nossa Senhora da Piedade. Nessas terras o padre José de Anchieta obteve água pura e cristalina, ao perfurar com seu cajado a terra atingida por forte seca, onde se conseguia furar um poço de água potável. Esse milagre se espalhou, tornando o Poço Bento alvo de muitas peregrinações de romeiros em busca de milagres para seus males.

Enfim, A Baixada Fluminense tem um rico patrimônio Histórico que precisa ser preservado e uma vocação turística que deveria ser estimulada! Ju

Nenhum comentário:

Postar um comentário