sábado, 19 de novembro de 2011

Poesia

De onde nasce a poesia? Dos corações? Das emoçôes e das sensações?
De um olhar poético que enxerga além da materialidade? De um céu que só os poetas habitam? De uma inspiração divina?
Poesia é  mel celeste que as almas fabricam, segundo Garcia Lorca. É uma doçura e pode ser uma amargura. É a expressão da alma, do coração. Viva a arte e a poesia!
Não existe um lugar específico para se criar arte e poesia. Pode ser em um muro, em uma tela, em um pedaço de guardanapo. A inspiração bate como uma brisa. E penetra na alma do artista. A poesia pode ser comunicação, saudade, amor, ódio e crítica. Através da arte, comunicamos, expressamos, sonhamos e vivemos através dos tempos e deixamos a nossa marca. Ju

3 comentários:

  1. Encantadora reflexão sobre a poesia!
    Poesia tem cheiro de vida em profusão!
    Abraços carinhosos,
    Angela

    ResponderExcluir
  2. Encantadora reflexão sobre a poesia!
    Poesia tem cheiro de vida em profusão!
    Abraços carinhosos,
    Angela

    ResponderExcluir
  3. Angel, que bom que você gostou! Poesia é tudo de bom! Arte é uma das coisas mais lindas dessa vida! Bjsss!

    ResponderExcluir