quarta-feira, 4 de maio de 2011

Arte Barroca

A arte barroca ou barroco foi  basicamente uma reação da Igreja Católica contra a reforma Luterana. A Igreja Católica descobriu o poder de persuação da imagem. A Igreja Católica estava perdendo os seus seguidores para a nova religião que surgia, criada por Martinho Lutero. Por isso o barroco é extremamente emocional, seduz pelo sentimento e nada racional. Possui muitas curvas, sinuosidades e detalhes minuciosos. A imagem parece interagir com o espectador que muitas vezes se sente presente na cena, como por exemplo na Santa Ceia de Aleijadinho (Antônio Francisco Lisboa - Brasil). Por isso a arte barroca é considerada uma arte aberta. A arte barroca também trabalhou com retratos de reis e de nobres e temas mitológicos. Um exemplo é a obra Narciso de Caravaggio. As imagens parecem muito exageradas e muitas vezes carregadas de excessos. Por isso a palavra barroco tem um sentido pejorativo. Significa exagerado, de mau gosto, exagerado.
O barroco é expressado na arquitetura, nas artes visuais, na literatura e na música. Na literatura brasileira podemos citar a poesia de Gregório de Matos Guerra. A característica marcante na literatura são os ''opostos, mas justapostos'', isso é, as antíteses, os temas contraditórios e exagerados. Exemplo - Gregório de Matos Guerra foi um poeta erótico, satírico e religioso.
O barroco europeu foi diferente nos Países Baixos, como na Holanda. Por ser um país protestante, não houve temas católicos, mas paisagens, retratos do cotidiano. A obra acima é de Caravaggio, pintor barroco italiano. Ju

Nenhum comentário:

Postar um comentário