terça-feira, 31 de maio de 2011

Junho

Junho... Um mês marcado pelas festividades de Santo Antônio, São João e São Pedro. Santo Antônio, um santo medieval português, considerado doutor da Igreja Católica.
A Igreja católica "cristianizou'' muitos eventos pagãos, como o solstício do verão, que acontece no dia 21 de junho, na Europa, e era celebrado com rituais místicos e pagãos.  
Era celebrado por civilizações européias antigas. Muitos acreditam que Stonehengge, na Inglaterra, seria um local de celebrações de solsticios.
Mas, aqui no Brasil, o mês de Junho é muito celebrado, com muitas festividades, como as festas juninas. Essas festas possuem as danças caipiras ou quadrilhas juninas e a culinária típica. E as tradicionais festas católicas dos três Santos - Antônio, João e Pedro.
Ju

Dia dos namorados - dedique ao seu amor!

domingo, 29 de maio de 2011

Oi, tudo bem?

Já pensou ser paquerado pela Monalisa?  Cuidado quando for no Museu do Louvre!

sábado, 28 de maio de 2011

Um mês romântico

Um mês romântico... Mês dos namorados... Inverno... Aquele frio que dá vontade de aquecer-se e de aquecer o coração.
Admiro a beleza do inverno. É uma beleza misteriosa, das noites escuras e frias. De dias mais curtos e de noites mais longas. Das festas juninas, das fogueiras, das lareiras, dos sonhos.
O mundo contemporâneo está mais materialista, menos emocional. Mas, ainda há lugar para o romantismo. Ainda bem!
Ju

Dia dos namorados - dedique ao seu amor!

segunda-feira, 23 de maio de 2011

No céu uma nova estrela poderá brilhar...

Fernando Pessoa - Plural como o Universo

Amei a exposição sobre Fernando Pessoa, realizada no Centro Cultural dos Correios, aqui no Rio de Janeiro e com apoio da Fundação Roberto Marinho e de outras instituições públicas e privadas. Nem precisa falar que sou fã desse poeta! Basta ver o meu blog, quantas frases dele. É a minha simples maneira de homenagea-lo, assim como a outros grandes artistas que marcam. Na sua curta existência aqui na Terra, foi como uma estrela cadente, que no seu rastro de luz, deixou poesia, arte, emoção, indagação, filosofia, sentimento, imaginação...
Realmente Pessoa é ''Plural como o Universo''... Nesse mundo contemporâneo de tanta violência e materailismo, a arte, a poesia é uma espécie de ''oásis''. Faz bem à nossa alma, ao nosso coração.
''Valeu a pena? Tudo vale a pena, quando a alma não é pequena...' Fernando Pessoa.
Se você não conhece, vale a pena conhecer a obra desse grande poeta!
Ju

No dia dos namorados - dedique ao seu amor!

sábado, 21 de maio de 2011

Fabião das Queimadas

Fabião das Queimadas, nome artístico de Fabião Hermenegildo Ferreira da Rocha (Santa Cruz, 1848 — Santa Cruz 1928)  foi um poeta, tocador de rabeca e cantador brasileiro.
Foi escravo, mas conseguiu comprar sua alforria através de sua arte. Comprou também a alforria da mãe e de uma sobrinha. Nascido em 1850, na Fazenda Queimadas pertencente ao coronel José Ferreira da Rocha, no atual município de Lagoa de Velhos (RN).
Começou a desenvolver talento musical nos trabalhos da roça. . Tornou-se tocador de rabeca, tendo adquirido seu instrumento aos 15 anos, com o apoio do dono da fazenda, que incentivava a sua arte. Através do dinheiro que conseguia nas suas apresentações, conseguiu a sua alforria, e a de sua mãe e sobrinha, com quem se casou. Era analfabeto, mas criava versos, como o "Romance do boi da mão de pau", com 48 estrofes. Sua arte possui traços das manifestações artísticas medievais. No site Brasilrn, Fabião é contado como “um dos maiores poetas populares” potiguares. Ficou conhecido como o poeta das "Vaquejadas" . Assisti a uma reportagem e dramatização sobre a sua vida na SESC TV  e achei muito interessante. Não conhecia esse poeta admirável. Mais um ícone da arte negra brasileira.
Ju

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Cristo Redentor na campanha contra a hepatite

Cristo Redentor na campanha contra a hepatite

Luna Azul

O inverno se aproxima, com a sua beleza misteriosa. Vejo o luar refletir-se sobre o mar. As estrelas crepitam no infinito. O mar e os seus mistérios, seduzem os aventureiros e inspiram os poetas. O ir e vir das ondas, parece a vida que vai e vem, cíclica.
O horizonte paraece o futuro, uma icógnita. Razão e emoção se misturam. Muitos preferem um porto seguro e outros, o além mar!
Ju

Renato Russo

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Português do Brasil x Português de Portugal

abridor de garrafas ou saca-rolhas saca-rolhas
abridor de latas abre-latas
aeromoça, comissária de bordo hospedeira
água-viva ou medusa água-viva alforreca ou medusa
água sanitária água sanitária, lixívia
AIDS SIDA (Síndrome de Imuno-Deficiência Adquirida)
alho-poró alho-porro
amerissagem amaragem
aquarela aguarela
arquivo (de computador) ficheiro
aterrissagem aterragem
banheiro, toalete, toilettes, lavabo, sanitário casa de banho, lavabos, quarto-de-banho, sanitários, w.c.
bonde eléctrico
brócolis brócolos
café da manhã, desjejum, parva pequeno almoço, desjejum
calcinha cuecas femininas
caminhão ou camião (linguagem oral) camião
caminhonete, van, perua camioneta
canadense canadiano
câncer cancro
caqui dióspiro
carona boleia
carro conversível carro descapotável
carta/carteira de habilitação, carteira de motorista, carta carta de condução
carteira de identidade ou Registro Geral/RG bilhete de identidade/BI/ cartão do cidadão
chaveiro porta-chaves ou chaveiro
cílio, pestana, celha pestana
concreto betão
descarga autoclismo
diretor (de cinema) realizador
dublagem dobragem
durex, fita adesiva fita gomada, fita-cola, fita adesiva
escanteio pontapé de canto
esparadrapo, bandeide (band-aid) penso, penso-rápido
estação de trem gare, estação
estrada de ferro, ferrovia caminho de ferro, ferrovia
favela bairro de lata
fila de pessoas fila ou bicha
fones de ouvido auscultadores, auriculares, fones
freio, breque travão, freio
gol golo
grama, relva relva
grampeador agrafador
Irã Irão
Islã Islão
isopor esferovite
israelense, israelita israelita
legal fixe
maiô fato-de-banho
mamadeira biberão
metrô metro, metropolitano
Moscou Moscovo
nadadeiras, pé-de-pato barbatanas
ônibus autocarro
ônibus espacial, nave espacial, espaçonave, astronave vaivém, veículo espacial recuperável
pebolim (ou totó) matraquilhos
perua, van carrinha
polonês, polaco polaco
privada sanitária, vaso sanitário ou privada retrete ou sanita
rúgbi, rugby râguebi, rugby
salva-vidas ou guarda-vidas salva-vidas ou nadador-salvador
secretária eletrônica atendedor de chamadas
sunga ou calção de banho calções de banho, calção de banho
sutiã, soutien, soutien-gorge soutien, sutiã
tcheco, checo checo
tela ecrã
telefone celular (ou simplesmente celular), aparelho de telefonia celular telemóvel
terno fato
time, equipe equipa, equipe
tiro de meta pontapé de baliza
torcida claque
trem, composição ferroviária comboio
Vietnã Vietname

Exposição de Fernando Pessoa no Centro Cultural dos Correios - Rio de Janeiro

O poeta português é homenageado na exposição ‘Fernando Pessoa, Plural como o Universo''. Com curadoria de Carlos Felipe Moisés e Richard Zenith e cenografia de Hélio Eichbauer, a exposição mostra ao espectador os heterônimos mais conhecidos como Alberto Caeiro, o poeta da natureza; Ricardo Reis, médico e discípulo de Caeiro; Álvaro de Campos, engenheiro de educação inglesa e origem portuguesa, e Bernardo Soares, do Livro do Desassossego.  A mostra conduz o visitante a uma viagem sensorial pelo universo do poeta, permitindo ler, ver, sentir e ouvir a materialidade de suas palavras.
Exposição no Centro Cultural Correios do Rio de Janeiro mostra as facetas do poeta português, que foi capaz de inventar e se reinventar por meio de diversos personagens fictícios ao longo de seus 47 anos de vida.
o público tem a oportunidade de conhecer, ou reconhecer, algumas de suas personas, que se revelam nos versos assinados por seus heterônimos – personagens-poetas com identidade própria – e por pessoa “Ele-mesmo”. Para Carlos Felipe Moisés, um dos curadores, não é necessário conhecer previamente a obra do poeta para visitar a exposição. A exposição tem como identidade visual o Mar.
A exposição é uma realização da Fundação Roberto Marinho, com patrocínio de empresas privadas do Brasil e de Portugal e apoio de vários órgãos públicos, entre eles o Ministério da Cultura.
A visitação pode ser feita de terça-feira a domingo, das 12h às 19h. O Centro Cultural Correios fica na Rua Visconde de Itaboraí, 20, no centro do Rio. Entrada franca. Vai até o dia 22 de maio.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Nossa Senhora de Fátima

Nossa Senhora de Fátima apareceu para três crianças na Cova  da Iria, em Portugal, nessa data 13 de Maio. Foram várias aparições. Onde tem uma imagem de  Nossa Senhora de Fátima em um comércio, tem geralmente um português. E que ela ilumine Portugal, que está precisando de ajuda! E a todos nós, ao nosso Brasil, ao Rio de Janeiro. Precisamos de paz, de fraternidade, de amor, de diminuir as desigualdades sociais. Ju

Sonhos de Valsa

Seria sonho, sonhamos muito.
Comemos juntos sonhos de valsa.
Seria cisne, seria garça.
Magia branca. Olhos do mal.
Seria força, seria medo (...)
Seria pouco ou demais segredo
Seria treva, seria luz
Por isso mesmo não tenhas medo
Dessa saudade que nos conduz...
 
Alceu Valença - Sonhos de Valsa

Está chegando o mês dos namorados!

Amor

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Ao teu lado

Dedique ao seu amor!

O dia de Nossa Senhora de Fátima vem aí!

Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro

Hoje estive na Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, fazendo uma consulta oftalmológica. A Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro uns atribuem a sua fundação ao padre José de Anchieta, outros pelo frei espanhol Miguel de Contreras. É uma obra arquitetônica em estilo neoclássico e andar por ali é uma viagem no tempo. Os pisos são na grande maioria de pedra. Uns formam moisacos, desenhos geométricos... Com muita azulejaria portuguesa e muitas imagens sacras e pinturas à óleo, a Santa Casa além de um ambulatório de diversas especialidades médicas, é também uma aula de História da Arte brasileira. Mostra a chegada do neoclassicismo no Brasil.
Foi formada por uma irmandade leiga  da Misericórdia que veio de Portugal. Foi fundada em meados do século XVI, na praia de Santa Luzia, atual rua de Santa Luzia, centro do Rio de Janeiro, no Castelo. Ali o Padre Anchieta começou a ajudar os necessitados e ali se formou a Santa Casa. Ju

domingo, 8 de maio de 2011

Direção Espiritual - Programa



O programa Direção Espiritual é exibido pela TV Canção Nova e apresentado pelo padre Fábio de Melo. É um programa muito bom, que trata de assuntos diversos e perguntas dos espectadores, sem fanatismos e com uma fé raciocinada e à luz da psicologia. Vale a pena conferir! Ju

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Dedique a sua mãe!

Já viu aquele Bichinho do Coração de pelúcia? Pois ele me inspirou a fazer esse gif. Esses dias passei em uma grande loja de departamentos e vi vários. Uns tinham olhinhos e boca, outros não, uns com mensagens bordadas para as mães. Tenho um lado criança, não sei se é por conta de trabalhar com elas, e acho uma gracinha essas coisas!
Ju

Intervenções Urbanas

''Sinto-me nascido a cada momento / Para a eterna novidade do Mundo...''
 Fernando Antônio Nogueira Pessoa
***
Esses dias tirei umas fotos muito legais de locais históricos do Rio de Janeiro. Lugares públicos em que as pessoas trafegam todos os dias e grande parte delas nem se dá conta da beleza daqueles lugares. Por isso, muitos artistas fazem as chamadas intervenções urbanas. São artes contemporâneas e muito interessantes. Exemplo disso é aquela obra de arte de um artista que embrulha monumentos históricos, prédios públicos, etc... Qual o motivo de fazer isso? É que o cotidiano do mundo atual, na busca frenética do dinheiro, da sobrevivência, da vida corrida, não prestam mais atenção nem sequer nos lugares por onde passam. Essas obras de arte têm essa proposta - a de repensar o cotidiano. Da pessoa perder alguns minutos (ou ganhar) para apreciar a vida. Javacheff Christo é um artista búlgaro que embrulha prédios públicos. É uma reflexão sobre o cotidiano e o meio ambiente. É uma crítica bem humorada ao estresse do mundo contemporâneo, do corre-corre diário. Quantas coisas deixamos de perceber e de viver por conta do ritmo frenético da atualidade?!
E quanto as fotos que tirei? Que pena! A minha máquina estragou e não consegui recuperar as fotos! Mas, vou providenciar outra brevemente... Ju

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Gregório de Matos - Anjo Bento - Poesia Barroca

Arte Barroca

A arte barroca ou barroco foi  basicamente uma reação da Igreja Católica contra a reforma Luterana. A Igreja Católica descobriu o poder de persuação da imagem. A Igreja Católica estava perdendo os seus seguidores para a nova religião que surgia, criada por Martinho Lutero. Por isso o barroco é extremamente emocional, seduz pelo sentimento e nada racional. Possui muitas curvas, sinuosidades e detalhes minuciosos. A imagem parece interagir com o espectador que muitas vezes se sente presente na cena, como por exemplo na Santa Ceia de Aleijadinho (Antônio Francisco Lisboa - Brasil). Por isso a arte barroca é considerada uma arte aberta. A arte barroca também trabalhou com retratos de reis e de nobres e temas mitológicos. Um exemplo é a obra Narciso de Caravaggio. As imagens parecem muito exageradas e muitas vezes carregadas de excessos. Por isso a palavra barroco tem um sentido pejorativo. Significa exagerado, de mau gosto, exagerado.
O barroco é expressado na arquitetura, nas artes visuais, na literatura e na música. Na literatura brasileira podemos citar a poesia de Gregório de Matos Guerra. A característica marcante na literatura são os ''opostos, mas justapostos'', isso é, as antíteses, os temas contraditórios e exagerados. Exemplo - Gregório de Matos Guerra foi um poeta erótico, satírico e religioso.
O barroco europeu foi diferente nos Países Baixos, como na Holanda. Por ser um país protestante, não houve temas católicos, mas paisagens, retratos do cotidiano. A obra acima é de Caravaggio, pintor barroco italiano. Ju

domingo, 1 de maio de 2011

Poesia é tudo de bom!

Boa semana amigos (as)!!!

Momento poesia

O sal da lágrima
tempera a poesia,
que mistura a dor
e a alegria...
Segredos da vida!
Bom é sonhar
mas também acordar
para a realidade
desse século!
Bom é sorrir
e algumas vezes chorar
desabafar
e deixar a alma fluir
livre e leve
no azul infinito!
Ju
***
Sou feliz nas pequenas coisas da vida! É claro, que há coisas tão tristes que muitas vezes me deixam em baixo astral. Mas, nos momentos de felicidade, não precisa muito pra me fazer feliz. Amo ler poesia, arte, filosofia, ouvir boa música, reencontrar as pessoas amigas e fazer novas amizades, de falar com Deus e com Jesus. Amo admirar o pôr do sol, a lua nas noites estreladas. Já fui romântica, hoje estou em uma fase digamos um tanto realista-contemporânea. Amo meu próximo, mas não esqueço de me amar... Para amar alguém temos que nos amar! Sábias palavras do Mestre! Boa semana para todos e que esse lindo mês de maio, de céu tão azul, venha muito zen, muito alto astral, repleto de coisas boas e de energias divinas e benignas! Ju

Maio - mês das mães

O verdadeiro mestre