domingo, 6 de março de 2011

Lusitânia

Até há algum tempo atrás, me intrigava saber o motivo de Portugal ser chamado de Lusitânia e os portugueses, de lusitanos. Aqui no Rio de Janeiro, muitas empresas de origem portuguesa tem esse título ''luso-brasileira''.
Quem não se recorda da famosa empresa de transportes ''O mundo gira, a Lusitana roda""? É uma empresa antiga de transporte rodoviário chamada - ''A Lusitana''.
Fui a uma exposição no CCBB aqui do Rio, Centro Cultural Banco do Brasil, e assisti a uma exposição chamada Lusa - a matriz portuguesa. E pude perceber que Portugal já era um país miscigenado na sua origem, por povos romanos, árabes e judeus, em sua grande maioria. A estátua ao lado é de um Guerreiro Calaico português atríbuido à cultura Castreja. Castros eram assentamentos peculiares na Lusitania e eram pré-célticos, da idade do ferro. Esteve exposta nessa exposição Lusa, dentre muitas outras relíquias históricas. Encontra-se atualmente exposta no Museu de arqueologia português.
Lusitânia (em latim: Lusitania) foi o nome atribuído na antiguidade ao território oeste da Península Ibérica onde viviam os povos lusitanos desde o Neolítico (segunda fase da ´pré-história), e que após a conquista romana passou a designar a província romana cuja capital era Emerita Augusta, atual Mérida.
A Lusitânia romana incluía aproximadamente todo o território português atual a sul do rio Douro, a Extremadura espanhola e parte da província de Salamanca. Tornou-se uma província romana a partir de 29 a.C. até ao fim do vínculo com Roma e entrega aos Alanos em 411. Considerada a origem ancestral de Portugal, a Lusitânia pré-romana onde pontuou Viriato está na base do movimento lusitanista.
 Ao lado temos ruínas de uma construção romana desse período, em Portugal. Os lusitanos eram um povo guerreiro e agrário. Fabricavam instrumentos de guerra usando ferro. Cultivavam o vinho, o trigo e a cevada, dedicando-se também à pesca. A palavra lusitanos acreditam ser derivado de Baco, deus romano do vinho, e seria ''filhos de baco''.
Ju

Nenhum comentário:

Postar um comentário