sábado, 4 de dezembro de 2010

Dia de Santa Bárbara

Segundo a tradição Católica Bárbara era uma jovem de origem turca rica criada em uma torre por determinação de seu pai. Um dia o pai permitiu que ela conhecesse a cidade e conheceu o cristianismo e foi batizada. O pai, Dioscuro, ficara furioso com a sua conversão pois seguia a crença nos deuses Olimpo. 
  "Debaixo de um impulso", como alegam as tradições, "e obedecendo à sua fé, o pai denunciou-a ao Prefeito Martiniano. Este mandou-a torturar numa tentativa de a fazer mudar de idéias, fato que não aconteceu. Assim Marcius condenou-a à morte por degolação".
Conta a tradição que num momento de grande oração, uma luz desceu do alto iluminando as trevas da prisão. E uma voz lhe disse: "Bárbara, você está sofrendo por mim. Vou confundir seus perseguidores, curando suas feridas". A visão desapareceu e a jovem sentiu-se cheia de alegria ao perceber que as feridas de seu corpo haviam desaparecido completamente.Os juízes não se conformaram com aquela cura inesperada. Então, tentaram torturá-la pelo fogo. Mas Deus interveio novamente apagando o fogo.
Foi assim que inconscientemente, seus passos o levaram até o monte onde as duas jovens tinham sido sacrificadas. A terra que tinha sido molhada pelo sangue inocente, estava coberta de flores. Nesse momento, Dioscuro ouviu um ruído de trovão. O céu escureceu-se à sua volta, ele sentiu uma grande angústia e começou a caminhar pelo local, mas um raio fulminante atingiu-o no peito.
Não existem quaisquer confirmações de que a lenda de Bárbara seja verdadeira, exceto as fontes católicas.
Na iconografia cristã Santa Bárbara é geralmente apresentada como uma virgem, alta, majestosa, com uma palma significando o martírio, um cálice como símbolo de sua proteção em favor dos moribundos e ao lado uma espada, instrumento de sua morte.
 
Fonte: Tommasi, Tarcila. Santa Bárbara
Paulinas, 2003
Wikipedia - Fonte e imagem superior

Nenhum comentário:

Postar um comentário