quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Freedom

Ser livre! Leve como a ave que canta na manhã! Livre de amarrias! Voar no azul infinito e mergulhar no oceano da paz! Na bagagem, nenhum ressentimento. Experimentar a liberdade! Liberdade infinita! Na manhã, choram as flores. Choram de saudade! Saudade do seu sorriso, da sua risada. E em outras dimnsões a ave voa livre! Voa na tarde de primavera.
Voa e muda de ambiente. Vive em outra dimensão. Como em um vôo além dos limites da razão.
Ju

Nenhum comentário:

Postar um comentário