sábado, 23 de outubro de 2010

Quantas águas rolaram meu amor!

                            
Querubim já fechou
Morri de sede
Tantas águas rolaram, meu amor
Tantos balanços de rede
No sonho de um sonhador
Quanta água, tanta sede
Quantas ruas, tanto chão
Quantas praias de água verde
Tantas chuvas de verão
Quantas luas, tantas vezes
Quando medo, tantos não
Quantos lábios, tantos beijos
Tantas chuvas de verão

Balanço de Rede
Alceu Valença

Nenhum comentário:

Postar um comentário